RADIOWEB ZUMBI DOS PALMARES

terça-feira, maio 24, 2011

Menos um herói negro: morre Abdias do Nascimento

Abdias: 97 anos de negritude consciente
Falecido nesta terça, Abdias do Nascimento entra para a história moderna brasileira como mais um grande herói negro nacional. É um dos últimos intelectuais afrodescendentes que contribuiu de forma decisiva para a elevação da autoestima e do orgulho negro no Brasil. Agiu politicamente, mas ampliou sua influência e seu pensamento para as artes, especialmente o teatro e as artes plásticas.
Fundador da Frente Negra Brasileira e do Partido Trabalhista Brasileiro, Nascimento, que nasceu em Franca (SP), mas viveu mesmo no Rio de Janeiro, deu uma contribuição indiscutível ao teatro brasileiro, ao inventar o "Teatro Experimental do Negro".
A cultura negra brasileira não terá condições de gerar outro Abdias.

/////////////////////////////////////////

Foto: Michele Marques (PortalMidia.net)

Um homem de 32 anos de idade era mantido em condições não-humanas no Sítio Camará, na zona rural de Pilõezinhos, agreste da Paraíba. Registrado como Roberto Félix de Meireles, o rapaz foi dado como "louco" ainda aos sete anos de idade. A situação de Meireles foi relatada pelo radialista José Roberto, da rádio Constelação FM, da cidade de Guarabira. Completamente nu, enjaulado num canto do sítio numa espécie de galinheiro, Meireles já foi removido para uma unidade de saúde (CAPS) na Rainha do Brejo. Ele será medicado com antipsicóticos e recebeu um diagnóstico inicial de retardo mental.O mais grave nessa denúcia é que esse tipo de acontecimento ainda é relativamente comum nos grotões do Nordeste brasileiro.
 ////////////////////////////

O fato do dia é mesmo o aviso-prévio do médicos cirurgiões ao Governo estadual de 72 horas para atender as reivindicações ou haverá uma greve do segmento no Hospital de Trauma da capital. Além da questão salarial, os médicos reivindicam condições de trabalho e fim das diferença salariais dentro das mesmas categorias. Com mais de 20 dias da greve na educação, Governo RC se vê acuado com a mobilização dos trabalhadores.

Nenhum comentário: