RADIOWEB ZUMBI DOS PALMARES

sábado, janeiro 05, 2013

ONGs realizam ação de segurança alimentar na comunidade da Citex

Foto: Dalmo Oliveira

Numa parceria entre a Sociedade Cultural Posse Nova República (SCPNR), o Fórum Paraibano de Promoção da Igualdade Racial (FOPPIR) e o Conselho Estadual de Segurança Alimentar (Consea), foram distribuídos cerca de 400 quilos de feijão e mais de 100 quilos de arroz com moradores carentes da comunidade Boa Vista, próxima ao Bairro do Geisel, no último dia 27 de dezembro.


Os produtos alimentícios foram repassados diretamente para o Centro Comunitário Bom José (CBJ), ligado à Pastoral do Menor, na localidade também conhecida como Citex. A doação foi recebida pela Irmã Tatiana, que reside na comunidade. “É sempre importante recebermos esse tipo de doação porque ainda temos muitas famílias aqui com dificuldades de garantir alimentação adequada diariamente”, disse a religiosa da Irmandade do Imaculado Coração de Maria.
O feijão (dos tipos “preto” e “mulatinho”) e o arroz foram repassados pelo Consea, que recebe as apreensões feitas pela fiscalização do Ministério da Agricultura na Paraíba. “Todo alimento apreendido pelo órgão, em boas condições para o consumo humano, é doado para as ações do Programa Federal Fome Zero. Nesse caso a apreensão ocorreu porque o feijão estava sendo vendido como sendo de tipo 1 e era, na verdade, de tipo 2”, explica o jornalista Dalmo Oliveira, membro do Consea e ativista do FOPPIR.
Irmã responsável pelo CBJ recebe alimentos
doados pelo Consea Paraíba | Foto: Alexandro Silva

“Nesse período de festas e confraternizações, fazer uma ação dessas de distribuição de alimentos é sempre gratificante para a gente”, comentou o advogado Mariano Cláudio Oliveira, voluntário na distribuição na Citex. A intenção do grupo é manter esse tipo de parceria com as ONGs da região, em ações de combate à fome e de promoção da cidadania.
“Já fizemos atividades culturais com os companheiros da Citex e queremos desenvolver mais ações em várias áreas”, diz a jornalista Fabiana Veloso, presidenta da SCPNR. Atualmente a população da comunidade é estimada em 3.000 habitantes num universo de, aproximadamente, 900 domicílios. Observa-se que, a grande maioria, ainda não tem acesso aos direitos humanos fundamentais, que garantam alternativas básicas de inclusão social.
Momento da entrega pelos voluntários da Sociedade Cultural
Posse Nova República | Foto: Dalmo Oliveira

O CBJ tem por finalidade promover a vida da infância, adolescência, juventude, terceira idade e pessoas de qualquer forma necessitadas no contexto da própria família e da comunidade, priorizando crianças e adolescentes em situação de risco social. Doações podem ser feitas através da conta-corrente 21.034-x, no Banco do Brasil, agência 0011-6.