RADIOWEB ZUMBI DOS PALMARES

sexta-feira, junho 26, 2009

Mídia ignora conferência pela igualdade racial

Reunião de jornalistas negros ocorreu na sala de imprensa do evento


Morte de Michael Jackson tornou discussão racial brasileira invisível



Jornalistas negros reunidos na segunda Conferência Nacional pela Promoção da Igualdade Racial denunciam a total ausência no noticiário da grande mídia nacional e brasiliense, onde o evento ocorre até o próximo domingo. "Não saiu uma linha nos grandes meios ontem e hoje", diz Dojival Vieira, da Agência AfroPress. O noticiário da mídia convencional preferiu dar ênfase ao falecimento do popstar Michael Jackson.


Os jornalistas negros vão apresentar moção aos conferencistas sobre a importância estratégica da comunicação nas conferências públicas, além de alertar a sociedade para a participação na conferência de Comunicação, agendada para os dias 1,2 e 3 de dezembro também em Brasília.


Vários jornalistas credenciados no evento como delegados também fizeram intervenções nos painéis ocorridos hoje sobre a desregulamentação do diploma da profissão. "Outras categorias estão ameaçadas pelo STF. A sociedade pecisa saber da gravidade e do desrespeito com que a suprema corte do país trata a organização dos trabalhadores, a partir de exigências da iniciativa privada", diz Dalmo Oliveira, delegado pela sociedade civil paraibana.


As comissões estaduais de jornalistas pela igualdade racial (Cojiras) também estão empenhadas em realizar o primeiro encontro nacional de jornalistas negros, que poderá ocorrer ainda este ano em Maceió (AL). "O governo de Alagoas já sinalizou com apoio ao evento. Estamos aguardando o posicionamento da SEPPIR e de outros órgãos do Estado e da iniciativa privada", diz Valdice Gomes, presidente do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas.

Um comentário:

Miro Nunes disse...

Vocês sabem que o meu "coração" está aí.

Valeu, vale e valerá!!!

Saudações cojirísticas,

Miro Nunes.