RADIOWEB ZUMBI DOS PALMARES

sexta-feira, abril 08, 2011

API traz jornalista da Rede TV para palestra sobre ética

Marcela e Kennedy: ética no jornalismo em pauta 

A convite da API, com apoio do SEBRAE e da Faculdade Maurício de Nassau, jornalista Kennedy Alencar, da RedeTV, discutiu ética em palestra ontem, dia 7, em João Pessoa. Na abertura, Alencar disse que veio por conta própria, para evitar comprometimento com os apoiadores do evento. "Não sou paletrista", disse.
Mineiro, ex-articulista do Painel da Folha de S. Paulo, morando em Brasília, Kennedy cobriu a guerra no Kossovo. Alencar, que estudou Direito, mas não concluiu, declarou, para uma platéia repleta de estudantes de jornalismo, que é contra obrigatoriedade do diploma para exercício da profissão. Ele disse, entretanto, que defende a melhoria das escolas superiores de jornalismo. Alencar reconheceu importância do Código de Ética da Fenaj, ressaltando a responsabilidade social da profissão e condena sensacionalismos.
Ele confessou que ainda não está convencido da necessidade do Conselho Federal de Jornalismo (CFJ), mas acha que deve ser composto por representantes de vários segmentos e entidades da sociedade civil, como OAB. Demonstrando visão neoliberal sobre as empresas jornalísticas, ele disse ser legítimo "vender" o produto notícia, como maneira de garantir independência em relação ao Estado e interesses corporativos. “É importante que os jornais operem no azul, para garantir liberdade editorial”, diz.
Alencar falou também sobre Wikileaks, argumentando que o jornalista não pode cometer crimes para obter informações, mas pode usar informações obtidas com crimes cometidos por terceiros. Citou o caso do vazamento de documentos confidenciais patrocinado por militares estadunidenses.
A palestra de Alencar, a rigor, não trouxe novidades, mas agradou a estudantada que veio de Campina Grande. A organização vacilou no ordenamento das perguntas do debate. Alencar levou uma penca de perguntas para responder por email (kalencar@uol.com.br). Vários jornalistas que queriam fazer perguntas orais não tiveram oportunidade.
Rubens Nóbrega, Luiz Torres, Joanildo Mendes, Maria Helena Rangel e Dercio Alcântara eram alguns medalhões do jornalismo presentes ao evento. A sensação que ficou é de que Alencar não estava preparado para discutir o tema proposto pela API. Talvez tivesse sido mais proveitoso se ele falasse sobre a relação mídia e poder, tema em que está mais familiarizado.
Alencar: 20 anos nos bastidores da grande imprens(Fotos: Dalmo  Oliveira)

O presidente do Sindicato dos Jornalistas surpreendeu a todos ao anunciar que está matriculado em curso de jornalismo na Maurício de Nassau. O representante do Sindicato anunciou debate sobre ética no jornalismo paraibano, amanhã (sábado), 9h30, no auditório da OAB-PB. 

Nenhum comentário: